AMP estará presente na mesa redonda "Cooperação descentralizada: Motor de Desenvolvimento"

A convite da Câmara Municipal de Loures e do Instituto Marques Vale Flor, a participar numa mesa redonda

AMP no Seminário sobre Associativismo no Porto

A convite da Câmara Municipal do Porto, no âmbito da preparação do V Encontro dos Estudantes, viajara para a Cidade Invicta uma delegação da AMP

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

FUNDAÇÃO MAIO BIODIVERSIDADE QUER QUE MAIENSES CONHEÇAM "REAL VALOR" DA SALINA DO PORTO INGLÊS

Maio: Fundação Maio Biodiversidade quer que maienses conheçam “real valor” da Salina do Porto Inglês

A Fundação Maio Biodiversidade vai assinalar o Dia Mundial da Zonas Húmidas, no dia 02 de Fevereiro, com várias actividades, uma forma delevar os maienses a “conhecerem melhor” o “real valor” da Salina do Porto Inglês.

Em conversa hoje com a Inforpress, o técnico da Fundação Maio Biodiversidade, Leno dos Passos, assegurou que na ilha ainda muitas pessoas desconhecem que a Salina do Porto Inglês já faz parte de Ramsar, ou seja que é considerada um espaço de “interesse científico internacional”, aliás “o único da ilha” e “uma das poucas” existentes no país.

“Queremos que as pessoas comecem a dar o real valor a esse espaço, tanto na parte ecológica como histórica que no passado movimentava ao redor de si muitos navios internacionais que vinham carregar o sal”, explicou a mesma fonte, que salientou que a actividade empregava “centenas de pessoas” e “ gerava milhares de contos”, o que está na base do nome atribuído a esta cidade, antiga vila do Porto Inglês.

Avançou, igualmente, que todas as actividades programadas vão ser realizadas na Salina do Porto Inglês, e para tal pretendem envolver nesta comemoração as trabalhadeiras da cooperativa de sal, bem como as pessoas que vem fazendo a extracção desde há muito tempo.

Será uma forma de explicar naquele dia aos visitantes tudo sobre o trabalho que vêem desenvolvendo ao longos desses anos, precisou.

A oportunidade será aproveitada ainda para a realização de uma exposição da biodiversidade existente na Salina do Porto Inglês, enquadrado no estudo das aves e das espécies ali existente no âmbito do trabalho da Fundação Maio Biodiversidade.

Leno dos Passos informou ainda que a ONG recebeu, recentemente, um financiamento para a construção de um reservatório e um bebedor fora da Salina do Porto Inglês, e assim retirar vacas que diariamente circulam e bebem nas imediações daquele espaço, e evitar que as mesmas causem “algum mal” tanto às aves ali existentes, bem como a própria produção do sal.

Fonte: Inforpress


quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Dia Mundial do Compositor



Ao Compositor Adalberto Higino Tavares Silva "Betú" por aflorar em cada maense, através das suas composições, um confesso apaixonado por Djarmai. Sua descrição poética da Ilha do Porto Inglês, embalada por melodias que a alma alcançam, inspira declarações de amor eterno como esta:

"De que será feito este eterno apego à terra que me viu nascer?

Quê de tão especial existe naquele ínfimo pedaço de crosta emersa?

Donde vem a certeza de que na obra divina e infinita não haverá outro lugar onde vá sentir a paz no fim da vida?

Venho donde o mar vai desabafar na areia as dores do vazio da sua imensidão… sua tristeza e solidão, por estar em tanta parte e ser de parte nenhuma, por trazer no horizonte somente pranto e à vista nunca ter consolo. Venho donde nasce a inveja do mar… ao mar falta o que há na minha ilha de alegria! Na sua pequenez e isolamento, contempla o que a vastidão dos oceanos não possui e entristece o mar. O que sinto, mas não defino, sabe-o o mar! Que de mim sejam feitas praias de Djarmai para conhecer os segredos e lamentos do mar e perceber o amor pela minha terra!"

By Keita Costa