quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Dia Mundial do Compositor



Ao Compositor Adalberto Higino Tavares Silva "Betú" por aflorar em cada maense, através das suas composições, um confesso apaixonado por Djarmai. Sua descrição poética da Ilha do Porto Inglês, embalada por melodias que a alma alcançam, inspira declarações de amor eterno como esta:

"De que será feito este eterno apego à terra que me viu nascer?

Quê de tão especial existe naquele ínfimo pedaço de crosta emersa?

Donde vem a certeza de que na obra divina e infinita não haverá outro lugar onde vá sentir a paz no fim da vida?

Venho donde o mar vai desabafar na areia as dores do vazio da sua imensidão… sua tristeza e solidão, por estar em tanta parte e ser de parte nenhuma, por trazer no horizonte somente pranto e à vista nunca ter consolo. Venho donde nasce a inveja do mar… ao mar falta o que há na minha ilha de alegria! Na sua pequenez e isolamento, contempla o que a vastidão dos oceanos não possui e entristece o mar. O que sinto, mas não defino, sabe-o o mar! Que de mim sejam feitas praias de Djarmai para conhecer os segredos e lamentos do mar e perceber o amor pela minha terra!"

By Keita Costa

0 comentários:

Publicar um comentário